31 de agosto de 2012

            

Isso é que chamo de Honestidade


Ainda existem pessoas civilizadas no mundo de hoje. Às 13h30, do dia 13.08.12, estou saindo para o almoço, eis que encontro um bilhete em meu carro, que dizia o seguinte: “Me liga! - e um número de telefone”. Surpresa,  percebi que o retrovisor esquerdo do carro estava quebrado, foi quando entendi tudo.
Uma senhora bateu no meu carro e como não me encontrou, deixou o seu contato para que pudesse ligar. Imediatamente liguei. Essa senhora pediu-me desculpas pelo ocorrido, explicou-me que o sol havia atrapalhado sua visão e que iria arcar com as despesas do conserto. Como não poderia encontrá-la naquele momento insistiu para que eu passasse os dados bancários, pois iria depositar o valor.
No mundo em que vivemos, acontecer um fato desse, é realmente inédito. Essa senhora está de parabéns pela sua atitude, além de pagar, ela ainda me agradeceu, pois temia brigas e discussões. Claro, que outro no meu lugar poderia ter xingado, discutido, marcado a placa ou até mesmo ameaçado. Mesmo que eu estivesse no local, na hora do ocorrido, não o faria, pois afinal, pode acontecer com qualquer um no trânsito.
 Isso é que chamo de Honestidade.
"O homem honesto não será desviado do que é digno por coisa nenhuma.” (Séneca)

Falar de enriquecimento e não falar de honestidade seria uma grande irresponsabilidade, pois estamos a falar de valores que transcendem o dinheiro.
As sociedades desenvolvidas conservam um alto grau de honestidade e, consequentemente, isso reduz a corrupção e a delinquência.
A honestidade mantém a ética, o respeito, enfim, quem está disposto a construir uma vida de qualidade, deve primar pela honestidade. Talvez terá de recusar propostas de enriquecimento rápido, a via ilegal, entretanto, terá a segurança de que tudo o que venha a construir será duradouro. A boa consciência está acima de tudo, não há nada como poder deitar-se e descansar.
Neste plano de enriquecimento pessoal não há lugar para os riscos, e não agir com honestidade poderá deixar tudo a perder, cedo ou tarde, o que foi mal conquistado perder-se-á.

Há três níveis de honestidade:

1. Honestidade para com Deus;
2. Honestidade para com o próximo;
3. Honestidade para consigo mesmo.

Há quem defenda que para ganhar dinheiro vale qualquer coisa, a qualquer custo. Esses podem até ganhar muito dinheiro, entretanto, pela sua pequenez interior perpetuarão a miséria pessoal e social.
“…pois o que nos preocupa é procedermos honestamente, não só perante o Senhor, como também diante dos homens.” (2 Coríntios 8.21)

28 de agosto de 2012

            

Diversão ou Caridade ?






Pelo segundo ano consecutivo, Bolinhas e Luluzinhas se reuniram para passar um dia muito agradável na sede do Jardim de Repouso São Franscisco - Ikoi-no-Sono, em Guarulhos, onde foi realizado o 38º Bazar Beneficente Dom José Gaspar.






O Jardim de Repouso São Franscisco Ikoi-no-Sono é um lar para idosos que tem como fundamento o respeito a Deus e amor aos seus semelhantes.



A entidade traz nas mãos a missão de conscientizar a população sobre uma realidade que afeta ou afetará todos nós: A velhice.


Com esse intuito, tomou para si a missão de desenvolver campanhas de inclusão social de idosos e difundir o conceito de envelhecimento ativo para que os idosos possam viver saudáveis, independentes e com dignidade.


Claro, que quando se trata de reunir esses amigos, a diversão é garantida. E melhor ainda quando podemos contribuir saboreando uma ótima comidinha japonesa, como Guioza, Sashimi, Udon, Yakissoba, sanduíche de pernil, pastel, batata no palito, tem também uma feira com frutas, legumes e verduras bem fresquinhos para levar pra casa.  Doces maravilhosos, sonhos bem fofinhos, show. E sem contar com as barracas de jogos para a criançada, de artesanato e badulaques que as Luluzinhas adoram.










 Tudo isso regado com muita risada, descontração...cerveja... Nan... 
( batida de côco das Luluzinhas ) e lógico o "Red Label"... ( prêmio que os Bolinhas ganharam no bingo)

Será ?..abafa!...rsrsrsrs.

Enfim, o mais importante de tudo isso é que fizemos nossa parte, prestando a solidariedade que os vovôs e vovós merecem. Até ano que vem !!!

26 de agosto de 2012

            

Ah, Saudade...




Ah, Saudade...
Dos teus olhos lindos...
Do seu jeito tímido...
E da forma culta de falar...

Ah, Saudade...
Do seu sorriso meigo...
Do seu jeito sério...
E da forma critica de descordar...

Ah, Saudade...
Do final da noite...
De palavras não ditas...
E do abraço de urso que sonho em ganhar...

Ah, Saudade...
Dos olhares brilhantes...
Dos lábios distantes...
Saudade essa que não posso matar...

Rose de Oliveira
23/08/12

24 de agosto de 2012

            

As Aparências enganam


      

JUSTIÇA, QUE justiça???

Entrei displicentemente na sala de audiências porque a Juíza, com quem trabalho me chamara;  iniciaria mais uma, das 30 audiências que fazemos ao dia.
Olhei para  cadeira onde senta o acusado e observei um homem magro, maltratado, com roupas cedidas por terceiros, visto que, além de muito surradas (surradas mesmo), a calça  sem barra, para ficar mais longa, o paletó era grande, e  camisa absolutamente pequena. Ao seu lado, uma mulher,  aparentava uns 65 anos; mas, pela carteira de identidade, era mais nova do que eu (não que seja nova, mas acho que estou conservada), usava um vestido preto, muito simples, de pano barato, e ostentava uma flor branca no decote. Ao seu lado, uma linda jovenzinha, baixa, miúda, com olhos muito expressivos; descobri ter 16 anos de idade.
 Vocês devem  perguntar , mas isso é romance, ou  sala de audiências , num Forum??? Como já relatei, entrei na sala movida por um monte de problemas pessoais; como faço todos os dias, e esperava que  fosse outro dia em que dividiria os problemas de minha cabeça, com os tantos outros que me são apresentados pela criminalidade. Porém, quando aquela jovem começou dar explicações para Juíza, percebi que não seria uma audiência a mais.
 A garota, de cabelos longos e mal alinhados, tomou a palavra e  explicou a rotina de sua vida juntamente com sua família, absolutamente desestruturada.
Pude perceber o quanto fui abençoada nesta vida e quão pouco dou de mim para aqueles que realmente necessitam; não falo de comida, mas de amparo legal, moral e, por que não, de amizade??
 Aquele ato judicial julgaria seus pais, que ali estavam como réus, por crime de maus tratos contra a jovem de 16 anos e seus três irmãos mais novos. Ao tomar  a palavra, melhor do que muito advogado experiente, explicou que o genitor é alcoólatra, a mãe tem crises epiléticas severas, quase  diárias, e,  quando não toma  remédio, o que deveria acontecer diariamente, mas nem sempre o posto de saúde fornece a dose diária para o mês,  se torna extremamente agressiva com  todos, principalmente, com os filhos, ainda pequenos.

 A adolescente, então, detalhou sua rotina dentro da família, ao levar os irmãos menores para escola, onde permanecem o dia todo, inclusive com alimentação; em seguida, vai ao colégio, pois cursa a primeira série do segundo grau; ao voltar, medica sua mãe e depois de limpar a “casa” faz seus deveres escolares e ,por óbvio, já  lavara roupas e preparara, com o que tiver, devido à ajuda alheia, o jantar.
Por vezes, aliás, muitas vezes, busca sua mãe na rua,  em crise e, com muito cuidado, a traz de volta à casa, coisa que não consegue fazer mais com sua irmã, de 14 anos de idade, viciada em drogas. Depois de narrar sua história senti, como poucas vezes aconteceu,  vontade de chorar,  percebi de que adiantaria punir os genitores doentes porque, na real, quem cumpriria as penas seriam, com certeza, as próprias vítimas ! Constatei mais, que o Judiciário não tinha remédios ou argumentos para resolução do caso; o Ministério Público se tornara inútil; o Governo indolente  na busca de resolução de problemas sociais; e o País veiculado pela mídia e propagandas não passa de uma enorme mentira, quando diz que está tudo sob controle, que não  há miséria,  que há saúde pública e  os jovens  estão amparados por programas sociais ! 

21 de agosto de 2012

            

AMIGO... A PALAVRA PERDEU O SENTIDO? Ou não se faz mais amigos como antigamente?



Como eu falei em uma reunião de amigos de adolescência, há 20 anos atrás, não temos mais amigos como antigamente, e nem com a inocência que havia naquela relação entre adolescentes que éramos, acho até que meu tom foi meio pessimista na época.
 Os tempos mudaram, o mundo mudou, os relacionamentos também mudaram, o ser humano já não é o mesmo, hoje temos uma dúzia de amigos, ou até um pouco menos, alguns dizem: que não dá pra contar nos dedos de uma mão, estou falando dos mais próximos, mas será que são tão próximos como éramos ou como nossos antepassados foram em outras eras? Que amizades são essas? Virtuais? Ocasionais? Continuamos seres geográficos? Mas nossas distâncias diminuíram muito nos últimos anos, principalmente na informação, que hoje é instantânea.
Nós trocamos os papos de calçada, que nossos pais se sentavam nas noites de verão com a vizinhança, pelo computador, impessoal; do armazém do Sr. Joaquim, pelo telefone, impessoal; e das conversas com vizinha por cima do muro, pelo celular, impessoal.
Não tem mais olho no olho, não tem mais cumplicidade, não tem mais o sentido de troca, não temos nem mais o costume de jantar e almoçar sentados, todos reunidos na mesma mesa e horário, em casa, quanto mais com amigos.
Você vai dizer agora; mas o churrasco rola... Sim rola, e muita cachaça também, mas ai vira festa, vira balada, sempre com musica alta, sem papo de troca, nem de energia,  só superficial...novela, silicone, futebol, plástica, mulher do alheio, lipo; na maioria das vezes as pessoas saem sem saber sequer o nome com quem falou durante este tipo de convívio.
          Eu estou querendo falar de amigo que podemos contar sim, que temos certeza da sua cumplicidade, da sua, no mínimo, honestidade; do cara cara, daquele que você fica meses sem vê-lo e quando o vê, parece que foi ontem, o papo continua, a energia é a mesma, parece que a evolução também foi a mesma, a harmonia nem se fala, ali você o tem, pra qualquer obra, este é o sentido mais íntimo desta palavra que não devemos perder de vista, que devemos ter em nosso dicionário como a mais pura das relações, não podemos deixar que esta nossa vida maluca faça com que ela perca este sentido puro.
        Vamos sim, abraçar nossos amigos hoje, vamos sim, tentar resgatar esse sentimento que em nome de uma evolução, está matando nossos relacionamentos, vamos fazer deste dia um marco do quanto podemos evoluir na conquista do amor que está implícito nesta palavra.
AMIGO. Para guardar debaixo do travesseiro, para chorar e rir juntos, para contar e para amar.

ZeluiZ.




19 de agosto de 2012

            

Falta de carinho...


Posso sentir o que vai acontecer,
posso ver que se eu não lutar,
posso perder voce...

Outra pessoa quer ocupar o seu lugar,
e meu coração que não é bobo, 
sente falta de carinho,
e vai acabar aceitando...

Te amo e não consigo explicar,
eu sei que voce não vai entender, 
se soubesse da dimensão do meu amor...

Se é pra ficarmos juntos, 
que seja do jeito certo,
Quero ter voce pra mim, 
e só pra mim...
Não quero dividi-lo com mais ninguém...

Voce é meu mundo, o meu tudo,
Alguém que não esquecerei, 
Alguém que recordo,
e recordarei em todos os momentos...

Mas que por culpa própria, 
corre o risco de perder a pessoa que mais amou,
e talvez amará por toda sua vida...

Rose de Oliveira


            

Gesto de Solidariedade

Para fazer perucas, presas do ES doam cabelo a pacientes com câncer

Quarenta detentas de Presídio de Cariacica fizeram a doação.
Afecc recebe os cabelos para confecção de perucas naturais.

Amanda MonteiroDo G1 ES

Cabelos doados serão transformados em peruca para pacientes com câncer (Foto: Wilton Prata/ Afecc)Cabelos doados serão transformados em peruca
(Foto: Wilton Prata/ Afecc)
Em um gesto de solidariedade, 40 detentas da Penitenciaria Feminina de Cariacica, no Espírito Santo, cortaram e doaram parte dos seus cabelos para a confecção de perucas naturais que serão usadas por pacientes com câncer. As mechas de cabelo foram entregues para a Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Afecc), na última semana, em uma cerimônia  que reuniu pela primeira vez presas de regimes diferentes no mesmo espaço.
A iniciativa partiu da equipe técnica do presídio, segundo a diretora Mônica Tamanini, que já conhecia o trabalho da Afecc. "Como existe a demanda normal de corte de cabelo, surgiu a ideia de incentivar quem quisesse a cortar mais e doar para fazer as perucas. Quarenta pessoas se dispuseram e uma interna que é profissional da área fez os cortes. O trabalho durou 15 dias, até que todas cortassem os cabelos e guardassem as mechas", conta.
No dia marcado para a entrega dos cabelos, pacientes em tratamento de câncer no Hospital Santa Rita foram até o presídio, junto com profissionais da Afecc e do cabeleireiro voluntário Dirceu Paigel, responsável pela confecção das perucas.
"Fiquei muito emocionada em ver tamanho gesto de amor. Tive que me conter para não chorar. Lembrei do início do meu tratamento e de todas as dificuldades que passei. Da perda de cabelo, as náuseas causadas pela quimioterapia. Me vi um pouco no olhar daquelas mulheres", disse a paciente Luciana Cardoso, 53 anos, que teve câncer de mama.
"Elas trouxeram os cabelos, dizendo que era tudo  o que tinham, mas que era com muito amor. Foi muito emocionante", conta o cabeleireiro.

16 de agosto de 2012

            

Amor Eterno!


“Lealdade. Coragem. Devoção. Simplicidade. Alegria.
  E também as coisas que não tinham importância.
  Um cão não precisa de carros modernos, palacetes ou roupas de grife... símbolos de status não significam nada para ele. Um pedaço de madeira encontrado na praia serve.
  Um cão não julga os outros pela cor, credo ou classe, mas por quem são por dentro.
  Um cão não se importa se você é rico ou pobre, educado ou analfabeto, inteligente ou burro... se você lhe der seu coração, ele lhe dará o dele.
  É realmente muito simples, mas, mesmo assim, nós humanos, tão sábios e sofisticados, sempre tivemos problemas para descobrir o que realmente importa ou não.
  De quantas pessoas você pode falar isso? Quantas pessoas fazem você se sentir raro, puro e especial? Quantas pessoas fazem você se sentir extraordinário?
(Marley & Eu)



  Para a minha companheira fiel, que infelizmente nos deixou essa semana..., palavras seriam muito pouco para expressar tantos sentimentos, por isso, fica aqui essa pequena homenagem e meu amor eterno...

14 de agosto de 2012

            

Pacto de Amizade

"...Amigo é coisa pra se guardar..." NA PELE!!!


Esses são os corações que ficarão marcados para sempre na pele destas 4 amigas, como símbolo de Amizade.

Fernanda, Angela (Eu), Karine e Cheyla  

Ter amigos é fundamental. Boa companhia para os momentos de alegria e descontração, bater papo e dar conselhos, dar colo e ouvidos para suas aflições, chorar com você nos piores momentos, conhecer os seus defeitos e, ainda assim, gostar de você e principalmente, estender a mão para te levantar quando estiver caído e arrasado. Ter a certeza que realmente você não está sozinho. Esse sim, é o verdadeiro significado da Amizade. 


E foi baseado nisso que aceitei fazer a minha primeira tatuagem. Nunca tive a pretensão de me tatuar, pelo contrário, sempre achei que não faria pela dor, e acertei !! Doeu muito...rsrsrsrs...arde e queima a pele, isso porque fiz dois risquinhos, fico imaginando aqueles que tatuam o corpo todo. Parabéns aos adeptos, são muito corajosos.
Fiquei muito feliz com o resultado, principalmente pelo motivo que me levou a isso. Mas, será a primeira e última que farei...rsrsrsrs.



13 de agosto de 2012

            

Alguns Minutos...




O que estou sentindo agora, nunca senti por ninguem,
Cada vez que coloca a cabeça no travesseiro, choro de agonia
Por não te-lo perto de mim,
Me sinto mal,
E ao mesmo tempo feliz quando o vejo,
Meu coração esta se apoderando do meu corpo,
Estou sofrendo muito.
E mesmo que Deus não queira, 
prefiro sofrer mais do que estou,
Mas te-lo,

Mesmo se for por alguns minutos.



Rose de Oliveira
(1997)

10 de agosto de 2012

            

Facebook fora do ar



Juiz eleitoral em SC determina que Facebook saia do ar por 24h

FELIPE BÄCHTOLD
DE PORTO ALEGRE
DE SÃO PAULO

Um juiz eleitoral de Florianópolis determinou que o Facebook suspenda todo o seu conteúdo no Brasil durante 24 horas por não ter cumprido uma ordem para tirar do ar uma página que criticava um vereador.

A rede social também receberá multa diária de R$ 50 mil por não ter respeitado a decisão.
No dia 26 de julho, o juiz eleitoral Luiz Felipe Siegert Schuch expediu uma liminar mandando o site retirar do ar a página "Reage Praia Mole", de crítica a um projeto turístico em Florianópolis.
Quem fez o pedido foi o vereador Dalmo Meneses (PP), candidato à reeleição que se sentiu prejudicado pelo conteúdo veiculado de maneira anônima na comunidade.
Segundo a Justiça Eleitoral, a ordem foi desobedecida. Nesta quinta-feira (9), em nova decisão, Schuch mandou suspender o Facebook no país e deixar no site apenas um aviso informando estar "inoperante por descumprimento da lei eleitoral".
Em sua primeira decisão, o juiz citou uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral que "veda o anonimato" em propagandas no período de campanha.
"Sem identificação do responsável pelas manifestação das opiniões ali publicadas, estão noticiados fatos e julgamentos pessoais depreciativos", escreveu Schuch sobre a comunidade.
A ordem afirma que o cumprimento deve ocorrer a partir da notificação do Facebook.
Na rede social, nesta sexta-feira, é possível encontrar uma comunidade chamada "Reage Praia Mole 2", em que os responsáveis reclamam da desativação da página original.
A reportagem não conseguiu localizar o vereador Dalmo Meneses.

OUTRO LADO
A representação do Facebook no Brasil informou que "está em contato com a Justiça Eleitoral a respeito deste assunto e que tem procedimentos implementados para lidar com questões relacionadas com propaganda eleitoral".

Pessoal, escolha bem seu candidato, eu sou a favor de uma greve eleitoral, nós eleitores não votaríamos em ninguém, esse país precisa de político sério, chega de desvio, chega de tirar dos pobres. Um dia isso vai acabar? Brasil acordaaaaaaaaaaaaa!



            

Bepantol® Derma Creme


  Uma das coisas legais no universo da beleza são as dicas simples, mas que fazem diferença... E uma delas é o Bepantol® Derma Creme.

  Esse produto é o típico "mil e uma utilidades": um creme SUPER hidratante que pode ser usado nos lábios, joelhos e cotovelos ressecados, após a depilação, em tatuagens, nas cutículas... enfim, precisou de hidratação profunda? Bepantol® Derma Creme é a solução!

  Eu costumo usar todas as noites nos lábios e cutículas, faz uma super diferença!

  Para mais informações, acessem a fanpage do produto.

8 de agosto de 2012

            

A favor da liberação da droga paixão..

 A tarde passa e a única coisa que você espera é que o seu telefone toque. Trim trim. Um amigo lhe chamando para sair. NÃO. Você não quer sair com o seu amigo. Você quer ver aquele homem que te faz sentir borboletas no estômago, aquele que te deixa arrepiada com um simples toque no seu ombro, aquele que não te deixa dormir de vez em quando por teimar entrar nos seus sonhos. Anoitece. Ligações rolaram aos montes, mas nenhuma era do dito cujo. 




Você decide sair com o pessoal para espairecer e tirá-lo da cabeça. No banho, relembra todos os momentos que passou ao lado dele. Os planos que fizeram juntos, as palavras "sedutoras" que por muitas vezes foram ditas. Angústia. Saudade. Raiva. Vontade. Os mais diversos sentimentos transbordam e as perguntas não param de surgir: Por que ele fez isso? Por que ele fez questão de deixá-la de 4 se, na verdade, nunca quis nada sério?  


Tenho certeza que vocês já passaram por essa situação pelo menos uma vez na vida e digo: é PÉSSIMO. Confesso que já fiz isso também. Já iludi alguém...sim, fiz totalmente consciente. Motivo? Queria um homem disponível para quando minha carência aparecesse. Queria estalar os dedos e tê-lo alí, pronto pra mim!  Depois que também cai nesse conto do vigário, NUNCA mais ousei em brincar com o sentimento de ninguém, quer dizer...pelo menos tento! 


Refletindo sobre isso, cheguei a uma conclusão e quero dividí-la com vocês: é delicioso estar apaixonada. É incrível sentir as pernas bambearem, o coração disparar e a boca secar só por vê-lo. É viciante. Mas também é horrível saber que mais uma vez você pode sofrer. Que essa adrenalina toda "provavelmente" tem prazo de validade. Que você pode perder o interesse no dia seguinte ou ele pode enjoar de você daqui uma semana. Li em uma reportagem que a paixão tem o mesmo efeito da cocaína no organismo, fazendo a razão ir para a casa do chapéu e você só pensar em mais uma "dose".  


A paixão é uma droga. Ruim? Boa? Aí depende de você. Eu não tenho medo de "pagar pra ver"; de pensar que se não der certo, pelo menos passei momentos maravilhosos, conheci lugares lindos e me diverti horrores ao lado de homens que, naqueles momentos, eram os "certos" pra mim. Sofro quando a parte "bonita" da história acaba, como também prometo a mim mesma que nunca mais vou cair na "ladainha" de alguém, mas quando menos espero... lá vou eu! Existem pessoas que preferem abdicar disso tudo e viver uma vida pacata, tranquila, sem delírios, sem turbulências sentimentais, sem....sem...SEM GRAÇA!




É.... não posso negar: sou adicta! E perdão: dessa droga eu PRECISO e gosto muito! 

Fernanda Bueno

7 de agosto de 2012

            

Intruso na área

Quando se trata de encontro das Luluzinhas, os "Bolinhas" não tem vez. 
A mulherada se reúne para beber, falar besteira, dar muita risada e se divertir. Não é permitido nenhum Bolinha, assim, ficamos mais a vontade.

O último encontro de Luluzinhas, foi inusitado. Estávamos saboreando uma comidinha japonesa, no restaurante Koto Sushi, da nossa amiga Lia, quando Rafael Ilha apareceu acompanhando sua esposa Juju, que inclusive, é a mais nova Luluzinha da turma.
Claro, que Rafa não resistiu a companhia das Luluzinhas e resolveu juntar-se a nós nesse encontro.




Foi maravilhoso a presença do ilustre "Bolinha  intruso", afinal, Rafael Ilha é um amigo querido e muito divertido.

Dessa vez passa, heim Rafa....rsrsrsrs 

6 de agosto de 2012

            

Amor Amor...



Quero sentir seu abraço forte,
no meio de um beijo profundo 
e me arrepiar todinha.

Suas mãos em meus cabelos, 
segurando minha cabeça 
e sutilmente sentir seu lábios em meu pescoço.

Quero suas mãos fortes sobre meu corpo 
e ter as fantasias mais provocantes.

Prove-me que estais apaixonado,
Faça-me sentir segura ao seu lado,
E te ‘darei’ todo o meu amor e, então,
Por toda minha vida.      
Te amo

Rose de Oliveira
(1999)

© Mad&Cerv - 2012. Todos os direitos reservados. Design & Manutenção: Danielle Cristina R. B. dos Santos. Tecnologia do Blogger.